Sumá­rio — Edi­ção 01

Mora­da repa­gi­na­da

Pare­des reti­ra­das e gran­des vãos aber­tos estão entre as alte­ra­ções da refor­ma rea­li­za­da na cons­tru­ção de 100 m², loca­li­za­da em anti­ga vila de tra­ba­lha­do­res da indús­tria Mata­raz­zo, na capi­tal pau­lis­ta.

Com­po­si­ção volu­mé­tri­ca

   Na cozi­nha, ilha em tom ama­dei­ra­do bem cla­ri­nho e tam­po em gra­ni­to pre­to con­­tra­­põe-se às cadei­ras na cor mar­rom e o bran­co dos armá­ri­os embu­ti­dos. O lus­tre dire­ci­o­na­do à mesa oval com oito cadei­ras com­põe a ele­gan­te sala de jan­tar.

Mora­da pano­râ­mi­ca

A cons­tru­ção trans­mi­te atmos­fe­ra cam­pes­tre com o uso de telhas colo­ni­ais, tijo­lo, madei­ra de demo­li­ção, vidro, estru­tu­ra apa­ren­te e de fácil manu­ten­ção.

O DNA Para­quei­ra

Casa fei­ta em pedra, madei­ra e vidro pos­sui três módu­los que são abra­ça­dos por uma pra­ça, pon­te e espe­lho d´água.

Em famí­lia

Pro­je­to dis­­tin­­gue-se por amplas alas inte­gra­das com foco na con­vi­vên­cia

Ambi­en­ta­ção inte­gra­da

A pro­pos­ta de inte­ri­o­res ino­vou ao embu­tir um tri­lho no teto para levar a mes­ma TV aos espa­ços soci­ais — cozi­nha, living e varan­da. Além dis­so, é pos­sí­vel girá-la a fim de per­mi­tir visu­a­li­za­ção sem bar­rei­ras e para todos.

Alto esti­lo para rece­ber

Cíce­ra ide­a­li­zou um con­vi­da­ti­vo loun­ge, dis­pon­do o mobi­liá­rio de for­ma a dei­xar o living per­fei­to para rece­ber ami­gos e famí­lia.

Mosai­co de memó­ri­as

A arqui­te­ta e desig­ner de inte­ri­o­res Cla­ris­se Rea­de teve um cui­da­do­so tra­ba­lho de pro­je­tar estan­tes no living para reu­nir peças de antiquá­ri­os e recor­da­ções de via­gens em uma arqui­te­tu­ra lim­pa para con­tar a his­tó­ria dos mora­do­res.

Sem bar­rei­ras

Da déca­da de 1980, o apar­ta­men­to teve pre­ser­va­dos os ele­men­tos cur­vos carac­te­rís­ti­cos, ganhan­do flui­dez. Pare­des foram der­ru­ba­das, resul­tan­do em uma imen­sa área soci­al que pode ser per­cor­ri­da sem blo­quei­os.

Seja bem-vin­­do!

Living e varan­da conec­­tam-se e des­fru­tam de mui­ta cla­ri­da­de e da vis­ta pano­râ­mi­ca pau­lis­ta­na.

Sin­gu­la­ri­da­des

Móveis posi­ci­o­na­dos de for­ma harmô­ni­ca pos­si­bi­li­tam fácil cir­cu­la­ção e os itens do décor foram esco­lhi­das um a um com a pro­pos­ta de terem a devi­da aten­ção nos locais em que estão dis­pos­tos. 

Um toque da natu­re­za

O espe­lho dá ampli­tu­de e con­ti­nui­da­de à sala de jan­tar que ganhou um pen­den­te escul­tó­ri­co.

Escon­­de-escon­­de

Amplos pai­néis seri­gra­fa­dos pos­su­em a fun­ção de divi­só­ri­as e inter­li­gam a cozi­nha e o living quan­do necessário.O piso de madei­ra Tau­a­ri com pagi­na­ção espi­nha de pei­xe e o teto com ras­gos de luz tra­zem con­for­to e per­so­na­li­da­de ao espa­ço.

Mol­du­ra ver­de

O entor­no da pis­ci­na ganhou um exten­so tape­te ver­de, dei­xan­do a área mais livre. Um exem­plar da escul­tu­ral pân­da­no pon­tua a área cen­tral da estru­tu­ra de lazer e espé­ci­es tro­pi­cais foram aden­sa­das ao redor para asse­gu­rar a pri­va­ci­da­de duran­te os momen­tos de diver­são sob o sol.

Jar­dim acon­che­gan­te

Na área de lazer, a com­po­si­ção de espé­ci­es com dife­ren­tes volu­mes, tons de ver­de e tex­tu­ras é des­ta­que. Jabu­ti­ca­bei­ras, pal­mei­ras, cicas e gar­dê­ni­as emol­du­ram a área de mer­gu­lho com aro­mas e nuan­ces que podem ser admi­ra­dos duran­te os banhos de sol do deque de madei­ra rús­ti­ca.

Gla­mour tro­pi­cal

Com 17 suí­tes, res­tau­ran­te, pis­ci­na e spa, o local é um con­vi­te para rela­xar e des­fru­tar de momen­tos extra­or­di­ná­ri­os.

Bodas, flo­res e bala­da

Gra­ças ao pé-direi­­to alto, foi pos­sí­vel cons­truir um meza­ni­no onde fica­ram dis­pos­tas as mesas dos doces. Como em todos os espa­ços, a volu­me­tria dos arran­jos de flo­res con­fe­riu movi­men­to à deco­ra­ção.

Cli­que para aces­sar o con­teú­do exclu­si­vo

Esti­lo e design bra­si­lei­ro em mais de 140 sofás.
Cata­lo­ga­mos por desig­ners, fabri­can­tes e lojis­tas opções de mode­los em diver­sos esti­los, mate­ri­ais e cores.
Con­fi­ra nos­sa sele­ção abai­xo.
Rolar para cima