Bele­zas cea­ren­ses

Resort prai­a­no

BELE­ZAS CEA­REN­SES

Per­so­na­gens e carac­te­rís­ti­cas regi­o­nais ins­pi­ram as aco­mo­da­ções em um pro­je­to arqui­tetô­ni­co moder­no que pri­vi­le­gi­ou a com­bi­na­ção dos ele­men­tos natu­rais

Mar­ce­lo Fran­co, João Armen­ta­no e Alex Hana­za­ki
Praia da Taí­ba, CE

Cer­ca­do pela natu­re­za exu­be­ran­te da Praia da Taí­ba, com areia fina, mar lím­pi­do e coquei­rais, o hotel dife­re-se tam­bém pelos jar­dins dese­nha­dos e pelas pis­ci­nas pri­va­ti­vas, em um total de 29, além das que estão loca­li­za­das nas áre­as comuns, como este mode­lo de raia que é sono­ri­za­do e pos­si­bi­li­ta bra­ça­das ao som da play­list esco­lhi­da.

A arqui­te­tu­ra é impac­tan­te e moder­na com módu­los que se encai­xam à pai­sa­gem. Des­ta­que para as amplas aber­tu­ras e bri­ses que per­mi­tem ilu­mi­na­ção e ven­ti­la­ção natu­rais e emol­du­ram o cená­rio prai­a­no.

Os ele­men­tos natu­rais estão em total evi­dên­cia na arqui­te­tu­ra e no décor. Pedras reves­tem os pisos e pare­des, enquan­to a madei­ra des­ta­ca-se nos for­ros.

No mobi­liá­rio, o foco é o con­for­to com mix do esti­lo clás­si­co, for­mas orgâ­ni­cas e o uso de tons vibran­tes em alguns pon­tos.

O hotel é divi­di­do entre cin­co vilas, bati­za­das em home­na­gem a figu­ras emble­má­ti­cas da região, como as ren­dei­ras e os pás­sa­ros, soman­do 36 aco­mo­da­ções, equi­pa­das com camas king size, pis­ci­nas e sau­nas pri­va­ti­vas para des­fru­tar da vis­ta des­lum­bran­te para o mar ou para a vege­ta­ção nati­va.

O cor­re­dor de aces­so cau­sa impac­to pelo bele­za e efei­to pro­por­ci­o­na­do gra­ças à com­bi­na­ção dos ele­men­tos que mar­cam todo o pro­je­to, como madei­ra, pedra e água.

Mura­lhas, per­go­la­dos e espe­lhos d’água dis­tri­bu­em-se no pro­je­to arqui­tetô­ni­co con­tras­tan­do com a bele­za natu­ral e orgâ­ni­ca que per­meia todos os ambi­en­tes do com­ple­xo hote­lei­ro, que des­pon­ta de um roche­do sobre falé­si­as.

O jar­dim exclu­si­vo do spa dis­tin­gue-se pela exu­be­rân­cia das pal­mei­ras e cos­te­las-de-adão, entre outras plan­tas, além das espé­ci­es aquá­ti­cas que ladei­am a tri­lha de aces­so.

Abso­lu­ta­men­te pri­va­ti­vo, o spa encon­tra-se em estru­tu­ra metá­li­ca, madei­ra e vidros que pos­si­bi­li­tam a entra­da do ver­de ao inte­ri­or, ampli­an­do o rela­xa­men­to.

Com vis­ta para a pis­ci­na com fun­do escu­ro que ganha tona­li­da­de esver­de­a­da devi­do aos refle­xos do céu e do mar, o res­tau­ran­te vibra em tons laran­jas usa­dos no décor.

No inte­ri­or do res­tau­ran­te, sofás em for­ma de gotas tra­ma­das envol­vem as mesas, ofe­re­cen­do con­for­to, toque inti­mis­ta e mui­to char­me.

Mar­ce­lo Fran­co
Alex Hana­za­ki
João Armen­ta­no

Pro­je­to arqui­tetô­ni­co: Mar­ce­lo Fran­co
Inte­ri­o­res: João Armen­ta­no
Pai­sa­gis­mo: Alex Hana­za­ki
Loca­li­za­ção: Praia da Taí­ba, São Gon­ça­lo do Ama­ran­te, CE
Tex­to Janaí­na Sil­va

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima